Na Outra Margem 21/11/2012

A primeira audição absoluta, esta semana, no Grande Auditório Gulbenkian, do Requiem de António Pinho Vargas, encomendado pela Fundação, culmina um ano com várias novas obras em estreia (Overtures and Closures, em Novembro, pela Fundação Orquestra Estúdio; o Quarteto de cordas nº 3, em Julho, pelo Quarteto de Cordas de Matosinhos;  e Quatro Novos Fragmentos, pelo Ensemble Performa), dois prémios (“Universidade de Coimbra” e “José Afonso”) e o anúncio, para 2013, de dois novos CDs monográficos (“Step by Step”, com obras compostas para o Drumming GP, e o da ópera Outro Fim). Tópicos para uma conversa com o compositor, dois dias antes da estreia do seu Requiem – a 21 de Novembro, às 19h, com uma segunda apresentação no dia 22, às 21, pelo Coro e Orquestra Gulbenkian, dirigidos por Joana Carneiro, realizando-se um terceiro concerto, mas de piano solo, pelo próprio Pinho Vargas, no dia 21, às 21h30, com entrada livre.

Ouvir em podcast:

Parte 1

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s